header teatro

Dias 1 a 11 de Março | Terça a Sexta das 10h às 18h & Sábados e Domingos das 12h às 18h | MU.SA | Exposição

No intuito de reflectir sobre a transversalidade das Artes Performativas e sua efectiva valoração eparticipação por parte da comunidade, contribuindo cada vez mais para uma cidadania mais plena, efectivae conjunta, mostramos no Periferias a exposição "Bugios e Mourisqueiros". Estes, fazem parte da festa da Bugiada e Mouriscada, uma das expressões culturais mais marcantes e identitárias, a qual se baseia numa lenda que nos remete para os tempos da ocupação da Península Ibérica pelos Mouros.

Dias 1 de Março - 9h30 e 11h00 | Espaço Hipopómatos na Lua na Biblioteca Municipal de Sintra | Contos

STÓRIAS DE LÁ! é uma viagem que propõe contar, quando não havia luz eléctrica e televisãona vila onde cresci, como tínhamos pressa em terminar as nossa tarefas (ir buscar água àfonte, apanhar a lenha para fazer a cachupa, recolher os animais no curral, etc.,etc.).

Dia 6 de Março - 9h30, 11h, 14h e 15h30 | Espaço Hipopómatos na Lua na Biblioteca Municipal de Sintra | Escolas no Periferias

Uma mão desenhadora grande e várias mãos desenhadoras pequeninas.
Um projector com luz que desenha na parede.
Vamos adivinhar figuras? Vamos inventar histórias para elas? Tudo, sob o comando de António Jorge Gonçalves.

Dia 7 de Março - 9h30, 11h, 14h e 15h30 | Espaço Hipopómatos na Lua na Biblioteca Municipal de Sintra | Escolas no Periferias

A artista Renata Bueno parte do livro "Do alto do meu chapéu" com poemas escritos a partir de papercuts feitos há muitos anos por Hans Christian Andersen para criar encontros de palavras e imagens, desafiando a criação de novos trabalhos com a simetria do papel dobrado e cortado.
Conhecido em todo mundo por seus contos de fadas, o autor dinamarquês deixa-se revelar pela habilidade que tinha também com o papel e a tesoura.
Papel e a tesoura que agora retomam e recriam poemas, histórias, personagens... numa liberdade poética despertada por um olhar atento e sensível.

Dia 8 de Março - 9h30, 11h, 14h e 15h30 | Espaço Hipopómatos na Lua na Biblioteca Municipal de Sintra | Escolas no Periferias

Este Teatro que nasce lá atrás, nos bastidores da história, é português, por vezes vê-se grego e até fala francês: oh lá-lá, Molière, avant-scène, Scaramouche.

Dia 9 de Março - 9h30, 11h, 14h e 15h30 | Espaço Hipopómatos na Lua na Biblioteca Municipal de Sintra | Escolas no Periferias

Uma oficina de escrita poética é a proposta de Miguel Horta. A metodologia da "Máquina da poesia" permite a construção de pequenos versos, geradores de imagens expressivas, a partir de um quadro de palavras. Ilustrá-los é o passo seguinte.

Dias 1 a 4 e 7 a 11 de Março | Espaço Periferias - Estefânea (Sintra) | Publico em Geral

Feira do Livro única no país onde só se encontram livros sobre as várias Artes Performativas. A Feira do Livro de Artes Performativas, que o Festival Periferias organiza desde a terceira edição vai beber nesse passado e terá nesta edição mais de seis centenas de títulos que vão desde o teatro, à dança, passando pelas marionetas, a música ou a performance, e que serão disponibilizados a preços especiais, constituindo assim uma oportunidade única para os amantes,  interessados ou curiosos, profissionais ou amadores, das artes performativas.

Dias 1, 3, 4, 8 e 10 de Março | Tânia Safaneta (Clown) | Ruas da Estefânea e Centro Histórico

Esta iniciativa pretende contagiar a geografia de Sintra, a partir da Casa de Teatro de Sintra, mesmo com as incógnitas condições climatéricas de Sintra.

Daí a programação de espectáculos nas duas semanas de duração pública do evento, animando o quotidiano, divulgando e partilhando com habitantes e passantes, a festa do Festival, na Estefanea, no Centro Histórico, Queluz, Agualva.

Dias 28 de Fevereiro, 2, 7 e 9 de Março | Tânia Safaneta (Clown) | Comboios da Linha de Sintra

O festival Periferias também se estende à linha de Sintra. Mais do que dar a conhecer o festival internacional de artes performativas em Sintra, é uma maneira de levar a festa e a alegria que se sente no Periferias àqueles que usam os comboios. Na primeira quinzena de Março andar de comboio é especialmente “Periferifelizcómico”

Dia 1 de Março - 10h30 e 14h30
Dia 2 de Março - 14h30
Dia 5 de Março - 14h30
Dia 6 de Março - 10h30 e 14h30
Dia 8 de Março - 14h30
Dia 9 de Março - 14h30 | Duração: 1h/sessão | Escolas do 1º Ciclo

Uma Oficina para turmas inclusivas do Ensino Público, onde a dança e o desenho são a base desta experiência, porque são ambas acções do nosso corpo e da nossa imaginação.
A Arte na educação, apresentada de forma naturalmente lúdica, promove uma participação espontânea, em que a criança se vai descobrindo, a si, ao outro e ao mundo, sem a mesma rigidez de regras e fronteiras que encontra na sala de aula. Por outro lado, através deste tipo de dinâmicas artísticas, promove-se a igualdade das diferenças, em que todas as crianças, independentemente das suas facilidades e/ou limitações assumem-se como seres criadores, e construtores de si próprios.
Assim, as oficinas inclusivas assumem como missão contribuir para uma educação sem rótulos, promovendo a expressão das potencialidades individuais de cada criança.

Oficina para turmas inclusivas do Ensino Público (Básico) com formadores regulares nos Serviços Educativos da Fundação Calouste Gulbenkian.